sábado, julho 2, 2022
No menu items!
spot_imgspot_img
InícioFinançasComo estruturar o setor financeiro de uma empresa

Como estruturar o setor financeiro de uma empresa

- Advertisement - Afiliagram Pro

Estruturar o setor financeiro de uma empresa é essencial para que você obtenha lucros e mantenha o seu negócio aberto.

Isso mesmo, sem uma boa gestão financeira a sua empresa automaticamente está fadada a fechar.

Portanto, se você deseja mudar isso no seu negócio, leia esse conteúdo até o final.

Boa leitura!

Como estruturar o setor financeiro de uma empresa

– Realize todos os registros financeiros do seu negócio:

O setor financeiro será o grande responsável por registrar todo o dinheiro que entra e sai do seu negócio.

Ou seja, todas as contas que precisam pagar ou o dinheiro que você vai receber vai passar por aqui.

Quando você anotam todos esses dados você consegue lidar melhor com o controle financeiro da sua empresa.

Assim, os riscos de permanecer itens em aberto é quase zero.

– Separe as suas contas pessoais das profissionais:

As finanças do seu negócio nunca pode, de maneira nenhuma, se misturar com as suas contas pessoais.

Quando você tira o dinheiro da sua empresa para pagar as contas pessoais, as despesas da empresa irão ficar em aberto.

- Advertisement - Afiliagram Pro

O pior é que você não vai conseguir emitir os relatórios de maneira consistentes, que é um item que te ajuda a entender qual setor está dando mais lucro e prejuízo.

O que você pode fazer é tirar um pró-labore, deixando tudo anotado e assim, não vai gerar problemas para o seu setor financeiro.

– Como estruturar o setor financeiro de uma empresa – Mantenha o fluxo de caixa atualizado:

É essencial que o seu setor financeiro mantenha as informações do fluxo de caixa atualizado.

Afinal de contas, é justamente o fluxo de caixa que vai te dar a chance de acompanhar o financeiro da sua empresa.

Assim, para que a gestão financeira funcione de verdade, anote qualquer receita ou despesa, conservando os números sempre atualizados.

Ou seja, não vai adiantar muito você fazer o diagnóstico do seu negócio no final do mês se os dados não forem atualizados sempre que necessário.

– Entenda mais sobre os termos técnicos:

Entender os conceitos mais técnicos no mundo das finanças é um passo muito importante para que possa tomar a melhor decisão e gerar bons resultados para o seu negócio.

Se você está responsável por gerenciar pequenas empresas você provavelmente vai precisar lidar com outros papéis dentro da empresa.

Portanto, entender pelo menos o básico vai te ajudar e muito, veja:

  • Faturamento: Aqui é a soma de todo o dinheiro que é arrecadado pela empresa;
  • Contas a receber: É todo o dinheiro que você precisa receber na empresa;
  • Contas a pagar: É todo o dinheiro que você vai precisar pagar;
  • Ativos: Os ativos é tudo o que a sua empresa tem, desde carro, dinheiro, equipamento entre outras coisas;
  • Passivos: Essas são as dívidas que a sua empresa vai precisar pagar;
  • Balanço Patrimonial: Mostra a situação financeira do seu negócio;
  • Demonstração do resultado do exercício: É um relatório que apresenta receitas, despesas e os lucros de um período;
  • Depreciação: É a diminuição do valor de veículos, imóveis, entre outros ao longo dos anos;
  • Despesas fixas: São despesas que chegam todos os meses na sua empresa;
  • Despesas variáveis: Está ligado ao processo de produto onde varia conforma o aumento ou a diminuição das vendas;
  • Investimento: Valor que será colocado no seu negócio no longo prazo;
  • Fluxo de caixa: Te ajuda a acompanhar a movimentação financeira;
  • Capital de giro: É o dinheiro necessário para financiar as principais operações da empresa.

– Use as ferramentas de gestão financeira:

Quando você for analisar os dados para gerar os relatórios é até natural que alguns erros acabem acontecendo.

- Advertisement - Mapa do Dinheiro Urgente

Nesse caso, o problema as vezes nem é o erro, mas a demora para encontrar o erro, já que pode prejudicar a empresa.

Além disso, como as tarefas manuais acabam consumindo muito o tempo, você pode perder a produtividade que estaria sendo gasta em outras atividades.

Portanto, é essencial que você invista em softwares ligados a gestão financeira, pois, ela irá permitir a automatização dentro de diversas atividades.

Ou seja, você vai começar a economizar tempo para que possa focar realmente no que é importante.

– Como estruturar o setor financeiro de uma empresa – Crie um plano de emergência para lidar com as crises:

Por fim, saiba que nenhuma empresa está de fora de uma possível crise que pode surgir tanto no setor em que você atua como no país.

Entretanto, poucos negócios estão em condição de passar pelos momentos ruins sem ficar pelo caminho.

Com um plano de emergência na empresa você consegue prever algumas situações mais complexas e se preparar para cada tipo de situação.

Portanto, se prepare e mais do que isso, deixe a empresa preparada para o que de pior pode acontecer.

Depois desse post, tenho certeza de que você entendeu como estruturar o setor financeiro de uma empresa.

Mas, caso tenha ficado com alguma dúvida sobre o assunto, deixe uma mensagem no espaço dos comentários para que eu possa lhe ajudar.

- Advertisement - Afiliagram Pro

Grande abraço e te espero no meu próximo post.

- Advertisement - Afiliagram Pro
T & R
T & Rhttp://trabalhoerenda.com.br
“Investir em conhecimento sempre rende os melhores juros.” – Benjamin Franklin.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_imgspot_img

Mais popular

Comentários recentes

error: Content is protected !!