terça-feira, julho 5, 2022
No menu items!
spot_imgspot_img
InícioTrabalhoComo ter resiliência no ambiente organizacional

Como ter resiliência no ambiente organizacional

- Advertisement - Afiliagram Pro

É verdade que muitos funcionários nas empresas enxergam seu trabalho como o principal fator de estresse em suas vidas. Nesse sentido, é importante que você saiba como ter resiliência no ambiente organizacional.

Você já sentiu como se vivesse em uma culturas de trabalho excessivamente conectadas? Ou seja, sempre ativa e com grande nível de exigência?

Sim, o estresse e o risco de Burnout estão cada vez mais presentes no mundo do trabalho e dos negócios. O que fazer?

É pouco provável que esse ritmo contemporâneo desacelere. E é cada vez mais importante desenvolver habilidades de resiliência para lidar com eficácia certas situações na vida profissional.

Vamos saber mais sobre esse assunto?

Dicas de como ter resiliência no ambiente organizacional

1 – Trabalhe o melhor de você

Você sabe o que te fazer sentir tão sobrecarregados ​​no trabalho?

É claro que o estresse e o esgotamento decorrentes do ritmo e da intensidade do trabalho não podem ser ignorados.

Pois bem. Este é um motivo de preocupação. Afinal, há uma relação direta entre estresse, bem-estar pessoal e produtividade. Certo?

Uma questão relevante a ser observada é que nem todo estresse é criado da mesma maneira. E há certos tipos de estresse que também podem ter um efeito positivo em nossas vidas.

Então,  como ter resiliência no ambiente organizacional?

- Advertisement - Afiliagram Pro

O estresse que não é prejudicial indica que certos tipos de situações podem nos motivar a dar o nosso melhor e nos ajudar a alcançar nossos objetivos.

É válido, então, pensar na tensão sem ultrapassar um pico máximo de alto desempenho.

Caso contrário, vivenciaremos os efeitos prejudiciais do estresse. E, se prevalecer ao longo do tempo, leva não apenas ao esgotamento mental, mas também a doenças.

2 – Atenção à mente

Você já deve ter ouvido falar em atenção plena. As pessoas estão cada vez mais voltando suas mentes para as práticas de treinamento “zen” associadas à atenção plena.

E não é por menos. Na verdade, psicólogos organizacionais descobriram que a atenção plena contribui para melhorar o desempenho durante as horas de trabalho.

Nesse sentido, meditar e saber descansar a mente  reduzem o estresse do colaborador. Em outras palavras, melhora a resiliência e o engajamento com a equipe de trabalho.

Dessa forma, aumenta-se assim o bem-estar geral e o desempenho da organização com um todo.

3 – Divida a carga cognitiva

Recebemos milhares de informações a cada segundo. Porém, o nosso cérebro precisa filtrar diversas dessas informações no dia a dia. Por quê? Ora, para que não haja estresse.

Logo, quer saber como ter resiliência no ambiente organizacional? Uma maneira simples de pensar sobre isso é a seguinte.

Embora não tenhamos controle sobre a quantidade de informações que recebemos, podemos segmentar nossas tarefas cognitivas.

- Advertisement - Mapa do Dinheiro Urgente

Isso otimiza a forma como processamos essas informações.

Então, estabeleça horários ao longo do dia para realizar atividades específicas e mais complexas.

Porém, divida a tarefa ao longo da semana também. Isso deve ser feito para evitar a sobrecarga e a tensão.

4 – Faça pausas

Durante a “carga” de trabalho, é essencial se atentar aos picos de energia e de produtividade. Mas como?

O foco mental, a clareza e os picos de energia duram em geral de 90 a 120 minutos. Por isso é útil nos desvencilharmos do trabalho por alguns minutos que seja. Dessa forma, você restaura a energia e a atenção.

O benefício a longo prazo é que teremos energia suficiente. E evitaremos o desgaste ao longo de dias, semanas, meses e até mesmo anos.

5 – Descentralize o estresse

Talvez essa expressão pareça estranha: descentralizar o estresse.

Contudo, é possível – mesmo sem tanto esforço – mudar as redes do pensamento com as quais interpretamos a experiência de estresse.

Então, você precisa “descentralizar” mentalmente os fatores estressantes.

Como ter resiliência no ambiente organizacional sob esse ponto de vista?

- Advertisement - Afiliagram Pro

O estresse “descentralizado” não significa negligenciar o fato de que nos sentimos, de fato, sob estresse.

Mas, sim, envolve o processo de poder fazer uma pausa, observar a experiência de um ponto de vista neutro. E, depois, tentar resolver o problema. Simples assim.

Quando somos capazes de nos afastar em nível cognitivo de nossa experiência, o que acontece? Estamos mudando a atenção da narrativa em nosso cérebro.

Ser mentalmente ágil e descentralizar o estresse quer dizer: se afastar um pouco, refletir, mudar de perspectiva.

6 – Tenha compaixão

Ter compaixão. Este é um dos aspectos às vezes deixado de lado no conjunto de habilidades.

Contudo, a resiliência é a habilidade de ter compaixão também, tanto compaixão consigo mesmo quanto pelos outros.

Ela reforça as emoções positivas, cria relações de trabalho duradouras e melhora a cooperação.

Dessa forma, compaixão e eficácia nos negócios andam de mãos dadas.

Por fim, em um mercado cada vez mais competitivo, cultivar resiliência é uma maneira de termos equilíbrio mental.

E, também, de evitar que o excesso de informações acabe atrapalhando a nossa jornada.

Espero que você tenha aprendido alguns passos sobre  como ter resiliência no ambiente de trabalho.

O que achou dessas dicas? Comente abaixo sua percepção sobre o tema e compartilhe este post com outras pessoas!

- Advertisement - Afiliagram Pro
T & R
T & Rhttp://trabalhoerenda.com.br
“Investir em conhecimento sempre rende os melhores juros.” – Benjamin Franklin.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_imgspot_img

Mais popular

Comentários recentes

error: Content is protected !!